Inspiração Pantone Ultra Violet

Todo ano a Pantone escolhe uma cor que simbolizará o ano da marca, assim como tende a influenciar o design, a moda e comportamento da sociedade.

Para 2018, o escolhido foi o Ultra Violet, um roxo enigmático maravilhoso.

Artistas de décadas passadas como David Bowie, Prince e Jimi Hendrix, já exibiam os tons de roxo como expressões pessoais, de individualidade e criatividade.

Atualmente vemos diversas celebridades que, antes mesmo de saberem a cor do ano, já estavam desfilando por ai e esbanjando autenticidade com o Ultra Violet e tons da mesma família.

David Bowie, Prince e Jimi Hendrix Reprodução | Fonte: farmrio.com.br

Você pode se inspirar nas famosas e apostar nos tons da Maoa para entrar na onda também.

Rihanna / Fonte: Pinterest

 

Gigi Hadid / Fonte: Pinterest

 

Giorgia Tordini / Fonte: pinterest

 

Vogue / Fonte: Pinterest

 

OUTUBRO ROSA 2017

O Outubro Rosa é um movimento conhecido mundialmente e tem suas ações voltadas à conscientização da prevenção do câncer de mama pelo diagnóstico precoce.

Um pouco de história

O laço cor-de-rosa, foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, em 1990 e, desde então, promovida anualmente na cidade (www.komen.org). Em 1997, entidades das cidades de Yuba e Lodi nos Estados Unidos, começaram efetivamente a comemorar e fomentar ações voltadas a prevenção do câncer de mama, denominando como Outubro Rosa.

A partir de então várias ações foram tomadas para sensibilizar a população como enfeitar locais públicos com laços rosas, promover corridas e desfiles de moda com sobreviventes de câncer de mama e, posteriormente, iluminar de rosa monumentos, prédios, pontes, teatros etc. No Brasil, a primeira iniciativa vista foi a iluminação por pouco tempo do Obelisco do Ibirapuera em 02 de outubro de 2002, por iniciativa de um grupo de mulheres simpatizantes com a causa do câncer de mama, com o apoio de uma conceituada empresa européia de cosméticos.

Fique por dentro

Em nosso país, as taxas de mortalidade pelo câncer de mama são muito elevadas. O câncer de mama é o tipo mais comum na população feminina mundial e brasileira, depois do câncer de pele não melanoma e responde por 28,1% dos casos novos a cada ano. Para minimizar este impacto é preciso ressaltar a importância do autoexame das mamas e a realização de mamografia.

Existe tratamento para câncer de mama, e o Ministério da Saúde oferece atendimento por meio do Sistema Único de Saúde, o SUS.

 O que aumenta o risco?

Segundo o INCA, “o câncer de mama não tem somente uma causa. A idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença (cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos). Outros fatores que aumentam o risco da doença são:

Fatores ambientais e comportamentais como: sobrepeso após a menopausa, sedentarismo, consumo de bebida alcoólica e exposição frequente a Raios-X.

Fatores da história reprodutiva e hormonal como: menstruação antes dos 12 anos, não ter filhos e não ter amamentado, 1ª gravidez após 30 anos, menopausa após os 55 anos, reposição hormonal.

Fatores genéticos e hereditários: histórico familiar de câncer no ovário, de câncer de mama antes dos 50 anos, de câncer de mama em homens e alteração genética. Se possui um ou mais desses fatores, o risco é elevado.

Leia mais aqui.

Como prevenir

Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como:

• Praticar atividade física regularmente;

• Alimentar-se de forma saudável;

• Manter o peso corporal adequado;

• Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;

• Amamentar

Principais sintomas

Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são:

• Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;

• Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;

• Alterações no bico do peito (mamilo);

• Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;

• Saída espontânea de líquido dos mamilos

Pode não ser nada, mas se você tiver algum destes sinais, procure um médico para ter um diagnóstico correto.

Informe-se e participe

Sabemos que a doença está presente o ano inteiro, mas outubro foi escolhido para representar a causa por todo o mundo.

Diversas instituições, durante o mês, estarão disponíveis para a sociedade com palestras educativas, exames, atividades esportivas, entre outras ações.

Destacamos algumas aqui:

Afecc – Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (Espírito Santo)

ASCOMCER – Associação Feminina de Prevenção e Combate ao Câncer – (Juiz de Fora)

Femama – Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama

INCA – Instituto Nacional de Câncer –: informações, material informativo para baixar e um teste online de conhecimento sobre o câncer

OutubroRosa.org.br – entidade sem fins lucrativos, que presta atendimento gratuito às pessoas acometidas pelo câncer de mama moradoras na Baixada Santista

 

 

COPYRIGHT © 2016 MAOA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS